segunda-feira, 14 de abril de 2014

QUERIA TANTOOOO!!!








CADEIRA GENÉRICA


Por falar em bastidores, a eleição de outubro próximo ao que parece sofrerá com a realização da Copa em junho. Mas nos bastidores da política local e estadual a coisa ganha corpo e personagens.   

CAP, que se mostra em atividade por regiões do Estado já diz claramente que é candidato. Concordo. Mas uma informação advinda de dentro do QG da Venerando, com laços estreitos ao ambiente familiar do empresário Midas aponta que o homem “tá com vontade” e que este ano “vai”. Só uma coisa não ficou clara. Em momento algum o nome do cargo pelo qual ele vai tentar disputar a eleição foi informado. 

Existe a duvida (proposital ao meu ver) de não confirmar o nome da cadeira pelo qual CAP irá tentar alcançar. Como a coisa só se define no final de junho, CAP estaria evitando vir a público confirmar a informação que faz gerar especulações e ilações. 


SEM QUÓRUM

Por falar em CAP, o empresário convocou uma coletiva e o resultado não teria sido o esperado. Em virtude de sua ligação com Galego, a mídia teria, veladamente, teria se recusado a comparecer ao evento. Compareceu o dito  e o repórter da Rádio Cultura, de propriedade do próprio CAP. Pois é!



 E AGORA?!


Vereadores que estão se sentindo desconfortáveis depois da barrigada na teatral posse dada a Silas estariam vivenciando o limbo. Não há nenhum mal estar por parte do Palácio em relação a eles, mas as relações estão sendo medidas e a reaproximação estaria sendo refeita de forma letárgica. 

Anderson Garçom, que já teria dito que será candidato a deputado estadual pelo PV, atendendo a pedido do presidente do partido em BH, para com isso manter a presidência do Partido, estaria disposto, quase forçosamente, a manter a candidatura. 

A definição do vereador poderá ser um divisor de águas entre ele e os interesses do Palácio. O tempo e os interesses dirão para que lado a coisa vá fruir.




 CQC

Apesar da aparência de seu de brigadeiro na política de Lavras, existem ainda raios e trovões sendo emanados de forma oculta para a cabeça do prefeito Marcos Cherem. 

Depois de uma exposição exagerada de seus atos, a trupe que se abriga no nome de Silas Costa continua agindo para, ainda, tentar a todo custo puxar a cadeira principal da Palácio para si. Silenciosamente, um recurso (não vou falar mais nome de recursos devido a reclamações de leitores que não entendem o juridiquês) foi interposto junto ao TSE para tentar conseguir de pronto tirar o prefeito da cadeira e fazer sentar o ex-diretor da Casemg. 

No referido recurso foi pedido o efeito ativo do pedido para que Silas fosse empossado (?) e deixando o prefeito esperar a decisão do recurso fora do Palácio. Segundo uma fonte, o comando da coisa em Belo Horizonte teria batido os pés freneticamente, com os punhos cerrados, com direito a olhos idem e cabelos em desalinho devido à resposta que teria recebido da então relatora que analisa o recurso acolhido pelo TSE. 

Mas não pensem que a coisa termina aqui. Movimentos ainda estão sendo feitos nos bastidores para, digamos, “efetivar a coisa”.




quinta-feira, 10 de abril de 2014

EXCLUSIVO: TJ DERRUBA DECISÃO E MANTÉM ANULAÇÃO DA POSSE DE SILAS




Caros leitores.

Em virtude de concentração em estudos visando o próximo exame da OAB, peço desculpas pela falta de publicações.


DESANULADA

Considerado como um “golpe branco” no regimento interno da Câmara de vereadores, a polêmica posse levada a efeito por Chapisco e que levou a um vexame histórico para o então  ex-diretor da Casemg  durante o mandato de Eduardo Azeredo, Silas Costa,  foi então anulada pelo presidente da Câmara , Marcos Possato e diante do fato, considerado gravíssimo levando em consideração a forma com que Possato fora “destituído” de sua função, a ora usucapida por Chapisco, exigiria de Possato uma ação contra o então vice presidente. 

Diante da possibilidade de ser punido pelo ato, Chapisco foi então socorrido pelo PSDB que, através de um mandado de segurança, recebido  pelo Juiz Dr. Rodrigo Mello, foi de imediato (que inveja!) analisado e concedido a segurança arguida pelo partido (?) (Chapisco não pertence ao PSDB). Com o pedido liminar do mandado de segurança atendido, a “posse” dada a Silas pela Câmara foi mantida no sentido formal e ao mesmo tempo impedia qualquer punição ao vice-presidente Chapisco que teria feito à cerimônia de posse, derrubada pelo TSE.

Hoje, após analisar o recurso interposto contra a decisão do juiz Dr. Rodrigo de Mello, o Tribunal de Justiça derrubou a decisão proferida em primeira instância, tornando novamente invalidade a referida sessão da Câmara, bem como a posse dada ao então candidato derrotado nas urnas, Silas Costa. 

Agora, após a decisão do TJMG, Possato poderá aplicar as medidas que ele achar cabíveis contra o vice-presidente e manter a anulação da “posse”  conferida a toque de tambor.
A novela segue. A pergunta que fica é se que Possato irá ou não tomar alguma medida contra ao “golpe branco”. Há quem diga que a coisa já teria esfriado e que a turma do deixa disso já teria entrado em campo para amenizar as coisas. Veremos.


ESQUECE EU, SÔ!!

Por falar em Casemg  e Eduardo Azeredo, o futuro candidato do PSDB acaba de ser indiciado por participação no Mensalão Mineiro. 

O nome de Pimenta da Veiga aparece numa lista disponibilizada por Marcos Valério onde aparece como beneficiado pelo esquema com repasses de dinheiro feito pelo publicitário. Na lista está outro nome muito conhecido dos lavrenses. 

Ainda bem que ninguém e nem a justiça não censurou a informação e está, mesmo em ano eleitoral, nos principais jornais do País. Abaixo segue o link do O Globo.




quarta-feira, 2 de abril de 2014

SENTI NA PELE





MELHOR DEPOIS


Na reunião da Câmara da última segunda feira uma coisa foi notada mais uma vez. Sem a presença de alguém do Palácio, seja o prefeito ou algum secretário, o tom voltou a subir. Há quem diga que sem ser contra-argumentados, a bancada de oposição fica mais a vontade para contrapor pontos contra a administração. 


Nas sessões em que o prefeito ou secretários compareceram, a postura da maioria de oposição, foi de quase silêncio em relação aos passos do Palácio. 


Um dos vereadores da bancada oposicionista disse para um outro, bem ao lado, numa daquelas conversas tampadas com a mão para que os telespectadores não possam fazer a leitura labial, “...o @#& é seco demais e não dá brecha para gente. Desse jeito vamu falar o que?!”. O outro interlocutor afeito a mudez em plenário em dias de visita, discretamente, balançou a cabeça em sinal de positivo.



MUDOU


O cartório eleitoral , segundo uma informação ainda não confirmada oficialmente, deverá ter novo titular. O Juiz que deverá substituir o atual ocupante da cadeira responsável pelo eleitoral será o juiz da vara criminal, Dr. Célio Marcelino da Silva, que deverá acumular suas funções na vara criminal e eleitoral. Dr. Célio deverá conduzir os interesses de candidatos que disputarão a eleição em Lavras. 

No páreo em 2014 estão CAP, Anderson Garçom e Fábio Cherem para a cadeira de deputado estadual.  Você deve estar se perguntando se CAP não seria candidato a deputado federal. 

Vos digo: como previ há meses atrás, existem rumores de que CAP dispute uma cadeira para estadual. O assunto já chegou até mesmo nos corredores da Assembleia de MG.

CAP tenta convencer que será candidato a federal. Mas, analisando a cama preparada na montagem da chapa para estadual, sei não. 

Prá mim, ele vai mesmo disputar a cadeira da ALMG.  




SIM! ELA EXISTE!


Ontem foi aniversário do golpe militar. Ali, garantias foram suspensas e a ditadura foi então implantada no país. 

Artistas exilados. Imprensa censurada. Direitos do cidadão simplesmente alijados. 


Em pleno século XXI, em plena democracia, comemora-se mais um ano sem a ditadura neste pais. Comemora-se os direitos constitucionais. Os pilares da democracia sustentando um pais chamado Brasil. 


Um dos símbolos da ditadura foi a caça a jornalistas; foi a censura a quem se atrevia a falar contra o sistema. Confesso que em 2012, vivi de perto, a pedido de quem se diz democrático, os efeitos dos resquícios da censura que acreditávamos que estaria extinta neste país.


Fui censurado, ao meu ver, de forma a me intimidar, de forma autoritária e acima de tudo ilegal, ao meu ver, já que não pude me defender do pedido e do ato, levando-se em consideração o que prevê a constituição deste país.


Num dos episódios que demonstrava a força do estado* (*minúsculo mesmo), um jornalista teve as mãos pisoteadas e dele, mesmo com as mãos dilaceradas pela força do coturno, leia-se estado*, veio a celebre frase: “...Que tolos! Eles pensam que os jornalistas escrevem com as mãos...”, numa clara alusão de que a força não calaria a imprensa livre, responsável e acima de tudo, vigilante de um Estado democrático de direito. 

Que assim seja!

quinta-feira, 27 de março de 2014

EXCLUSIVO: ISAIAS MENDONÇA É O NOVO HOMEM FORTE DO PT EM LAVRAS






Entranhada deste o ano passado, a eleição para o diretório do PT em Lavras acaba de ganhar um desfecho altamente prejudicial para os interesses de ex-dirigentes e para os atuais que sonhavam com a presidência do partido, mirando 2014 e olhando mais acolá, ali em 2016.

A eleição realizada em Lavras, suspensa por decisão do diretório estadual, acaba de ser anulada pela direção em MG e acaba de nomear uma direção provisória para comandar, num futuro próximo, uma nova eleição nas terras dos ipês. 

Eis que vem os por menores da referida decisão. O homem forte da legenda em Lavras, agora, é o assessor do deputado Reginaldo Lopes, Isaias Mendonça. Sim! aquele mesmo que foi ameaçado pelo vereador Leandro Moretti numa praça de Lavras e que pleiteia sua filiação ao PT.

Com a decisão da diretiva estadual, o PT sai das mãos de Arimatéia and Cia e vai para as mãos de Heliton Miller como presidente, tendo como vice e homem forte do núcleo duro do partido, Isaias Mendonça, leia-se Reginaldo Lopes.

Há quem diga, devido a ligações políticas com o Palácio Perimetral, que o PT poderá declarar apoio formal ao prefeito Marcos Cherem.

Com isso perde toda a atual diretoria e Cherem poderá ganhar mais um partido em sua base. Perdem diretamente Arimatéia, Moretti, Jussara e CAP.

Há quem diga que, com o novo cenário, Tide possa voltar as fileiras do partido vermelho.

segunda-feira, 24 de março de 2014

PROBLEMA EMBRULHADO COMO PRESENTE





ÃO ! ÃO ! ÃO !...TEREMOS JUSSARÃO!!

Publicado por mim lá nos idos de 2011, a promessa da ex-prefeita ao governador parece que vai ser cumprida. Sem alardes, sem cerimônia formal com direito a presença de autoridades do município, o presentão de Aécio and Anastasia ao povo de Lavras parece que vai mesmo sair do papel. Vem aí a construção do “Jussarão”, o presídio prometido por Jussara e agora, no apagar das luzes do governo Anastasia (ele sai em abril para se candidatar ao senado) o governador assinou a liberação de dinheiro pra que o dito presido seja construído. Ai vem a pergunta: mas Lavras já não tem? Tem.

A capacidade é para 60 presos. Hoje, acredita-se, 215 estão lá. Segundo  o projeto original, a capacidade inicial do presídio seria para 300 detentos. Nesta proporção, através de uma analise pobre o “potencial” do novo presídio atingiria facilmente, de acordo com a demanda (?), a 1.000 “cabecinhas fracas” que enveredaram pelo crime. Detalhe: Soão João Del Rey, terra no hoje senador Aécio Neves, ao contrario de Lavras, não foi “agraciada” com um presente de tal monta. 

Continuo com a singela sugestão: vamos batizar o referido prédio de “Jussarão”, numa justa homenagem a quem conseguiu uma obra “tão importante” para o município. 

Quem quiser saber sobre os efeitos positivos e negativos de tal empreendimento, visite a cidade de Três Corações e faça uma pesquisa entre os moradores.

MEU POVO!!!!!!!!!!

O empresário Midas, CAP, vai hoje à Câmara Municipal. O motivo: oficialmente seria para dar explicações acerca de um empreendimento construído por CAP e que estaria com avarias que estariam sendo motivos para que a prefeitura não aceitasse receber as casas populares sem que os vícios tenham sido sanados. Mas a pauta poderá mudar no curso da coisa. 

CAP, que se prepara para lançar sua candidatura para deputado, e que na minha modesta opinião, dita aqui há tempos atrás, será para deputado estadual e não deputado federal, poderá virar uma reunião recheada de confetes e serpetinas por vereadores já devidamente escalados para formarem a bancada de “apoio” ao discurso do ex-prefeito.

A intenção e minorizar os defeitos então encontrados no residencial construído pela empresa do empresário Midas, evitar abordagens ligadas a assuntos espinhosos recentes e com isso dar espaço para que CAP fale sobre suas andanças políticas e conquistas profissionais. 

Além disso, aproveitando da janela aberta, CAP fará um discurso “unissionista” (anota mais essa aí para as palavras inventadas por aqui) pedindo a valorização dos candidatos nativos em prol do interesse da cidade. A sessão, de questionamentos ou de confetes, começará às 8 da noite.

CORREU

Devidamente intimidado no processo movido por mim, “Galego ou Alemão”, como é conhecido lá pelo Sul do país, não compareceu a audiência marcada na última quinta feira. Seu advogado, o qual rigorosamente como bom profissional e amigo do então cidadão, cumpriu a intimação e compareceu a sessão. A audiência era para interrogatório. 

Em sua defesa, NENHUMA das acusações feitas contra mim foi alegada e/ou provada, seja através de documentos ou de alguma testemunha. Na audiência de quinta, o réu preferiu não comparecer e deverá ser julgado nos próximos dias. 

Seu advogado tentou convencer a juíza de que ele poderia estar num hospital. Estranhamente, 15 minutos antes de começar a audiência, ele estava "juntando letras" em mais uma de suas “publicações”.

Em breve, saberemos quem está ou não falando a verdade. Enquanto isso.....